Café-da-manhã saudável influencia no rendimento do organismo

Café-da-manhã saudável influencia no rendimento do organismo
Agradecemos Por Sua Avaliação

Qualidade de Vida/Segurança – Newsletter Monsanto em Campo – Março | 2008 | edição XX | Ano IV.

Mesmo com uma rotina apertada Giselle Itie consegue manter sua alimentação saudável.

Alimentos são o combustível do nosso corpo. Como garantir que as refeições não exerçam poder negativo no sono, humor e saúde?

“Não existem regras para atingir uma alimentação perfeita”, afirma a nutricionista Lucia Endriukaite.

Cada organismo funciona de maneira ímpar, porém existem maneiras eficientes de abastecer nosso corpo pensando em viver com melhor qualidade. A primeira delas é a ingestão diária de um saudável café-da-manhã. Isso porque o corpo trabalha enquanto dormimos e fornecer energia logo ao acordar é fundamental e influencia no rendimento diário.

Ainda de acordo com Lúcia, os alimentos devem ser distribuídos em, pelo menos, cinco refeições ao longo do dia para que possa haver variedade alimentar, o que resulta em maior quantidade de nutrientes, além de evitar a concentração em poucas refeições, o que prejudicaria a absorção pelo organismo. A receita é seguida à risca pela atriz global Giselle Itié. “O que tento seguir no dia-a-dia é me alimentar a cada três horas. Realmente na loucura da rotina, alimentar-se bem fica difícil. Sempre tenho comigo alguma fruta ou barras de cereais, que consigo levar na bolsa”, afirma a atriz.

A ingestão de líquidos, em intervalos regulares, também é fundamental para a saúde. Mais de 60% do corpo humano é constituído por água, que atua como importante agente de controle da temperatura do corpo, eliminação de toxinas e distribuição de nutrientes pelo nosso corpo. Giselle Itié conta que carrega sempre uma garrafa de água, onde quer que vá.

Preocupada em promover hábitos saudáveis entre os colaboradores, foi criado na Monsanto, por iniciativa de um grupo de funcionários, o Comitê de Qualidade de Vida. Entre diversas atividades e iniciativas, o programa conta com o suporte da nutricionista Lucia Endriukaite, que criou uma nova mentalidade sobre alimentação, além da promoção de cafés-da-manhã saudáveis nas unidades da empresa e distribuição de frutas.

A assistente técnica Tamara Jantchc é uma das beneficiadas por esta iniciativa de promoção de novos hábitos. “Mudei minha vida depois que passei pela reeducação alimentar. Minha auto-estima e disposição estão revigoradas. O trabalho da nutricionista é demais, além de me animar e estimular, e faz muito bem à minha saúde“.

Aprender desde pequeno.

A preocupação da Monsanto com alimentação não se restringe aos seus funcionários. Um dos maiores investimentos da Fundação Monsanto no Brasil está no Crianças Saudáveis, Futuro Saudável, que pretende reduzir as doenças que atrasam o desenvolvimento das crianças, em especial as causadas por parasitas intestinais e a anemia. Além do tratamento com medicamentos e vitaminas, o programa tem um caráter educativo: quer conscientizar a população da importância da prevenção de doenças e transformar as crianças em agentes de mudança dos hábitos da casa, incluindo a manipulação correta de alimentos. Faz parte do projeto o programa Horta Brasil, em que educadores, merendeiras, pais e comunidade ligados às escolas integrantes do projetopassam a ter consciência sobre hábitos saudáveis e aprendem a cultivar vegetais, que complementam suas dietas diárias, contribuindo para uma melhora significativa no status nutricional da população. Já são mais de 50 mil crianças beneficiadas pelo programa em cinco estados brasileiros (BA, GO, SP, MG e MT), desde 2000.

Fonte: Newsletter Monsanto em Campo – Março | 2008 | edição XX | Ano IV.